As mentiras espalhadas nas redes sociais

Acho incrível como é fácil espalhar uma mentira, por mais absurda que seja, nas redes sociais. Mais incrível ainda é ver como as pessoas compartilham esta mentira como se fosse verdade absoluta e até brigam por ela, sem ao menos confirmar se o fato descrito ali é verdade. Acredito que mais de 90% do que circula nas redes sociais sem uma fonte confiável (muitas vezes sem fonte alguma) é falso e, na maioria das vezes, basta uma pesquisa de alguns segundos no Google para descobrir isso.

Um exemplo destas postagens falsas que circulou e circula nas redes sociais é uma foto do pão de açúcar (morro no Rio de Janeiro) com sua visão conhecida do mundo e uma visão submersa, na qual o pão de açúcar seria cerca de dez vezes maior debaixo d’água do que na sua parte visível. Muitos se encantaram e compartilharam a foto, julgando-a como verdadeira. No entanto, a Baia de Guanabara é bem mais rasa do que a foto faz supor, com uma profundidade média que não deve passar dos 15 metros, bem distante dos mais de 3000 metros que dá a entender a fotomontagem. Ou seja, o enorme abismo mostrado na foto não é verdadeiro.

Outro exemplo, este mais recente nas redes sociais, é de uma suposta frase dita por um jogador alemão, por não ter apertado a mão da Presidente do Brasil na cerimônia de premiação da copa do mundo. Segundo a postagem que circula nas redes sociais, ele não cumprimentou a Presidente porque não compactuaria com um governo comunista, uma vez que é da Alemanha Oriental (comunista) e conhece bem os malefícios deste sistema. Sem entrar em qualquer discussão política, é muito fácil perceber que a postagem não é verdadeira. O jogador em questão nasceu na Alemanha Ocidental e tinha cerca de dois anos de idade quando a Alemanha foi reunificada, ou seja, só conhece a parte oriental de seu país através dos livros de história. No mais, um jogador alemão dificilmente comentaria sobre a política de outro país. Na verdade, dificilmente conheceria esta política (o que é totalmente normal, já que ele não vive aqui). Como dito, não é difícil observar que a notícia é falsa.

Aliás, exemplos não faltam de informações falsas nas redes sociais. Assim como frases assinadas por alguma celebridade. Basta assinar como alguma celebridade (de preferência alguém reconhecido na área que se fala ou da literatura) que o texto é compartilhado aos montes e, pior, a maioria das pessoas realmente acredita que a tal celebridade escreveu aquilo e até cobram tal posição delas. Tem muito escritor que já pode se aposentar, pois, já fazem seu trabalho (escrevendo por ele) nas redes sociais.

Como disse anteriormente, muitas das informações compartilhadas nas redes sociais (sem uma fonte confiável) são falsas. Então, para não poluir nossas redes sociais e, mais importante, para não influenciar milhares de pessoas com falsidades e mentiras, é necessário ter um pouco de critério ao compartilhar algo. Verificar se tem uma fonte confiável, isto é, um jornal conhecido, uma revista, ou qualquer outro meio idôneo que esteja transmitindo a noticia. Ou confirmar a informação com uma pesquisa rápida no Google. Muitas vezes a mentira é tão grande, que em menos de 15 segundos você já sabe que pode descartá-la. 

6 comentários:

  1. Faço minha as soas palavras.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com seu texto, foi perfeito com as palavras.
    As pessoas precisam realmente aprender a mastigar antes de engolir. Fico pasma com as notícias absurdas, completamente sem sentido, que as pessoas leem, acreditam e saem compartilhando disparadamente sem ao menos checarem as fontes.

    Caos & Cafeína

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. É absurda a quantidade de notícias sem sentido compartilhadas nas redes sociais. E muitas pessoas acreditam e compartilham sem sequer verificar a fonte.
      Obrigado pelas palavras.

      Excluir
  3. Excelente texto! Compactuo das suas opiniões. Cada vez mais as pessoas compartilham espalhando pela rede notícias, fotos e vídeos nada reais como se fossem. Algumas não chegam nem a ler uma notícia inteira, por uma frase já divulgam fatos inverídicos disseminando esse burburinho na rede.
    Muito bem colocado os exemplos que você deu. Um recente que reflete muito essas posturas, foi uma foto de um dinossauro abatido e o grande mestre Steven Spielberg na frente. As pessoas se indignaram... e à toa, coitadas, rs.

    Gostei muito do seu espaço.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, cada vez mais as pessoas compartilham notícias falsas pelas redes sociais sem sequer ler esta notícia direito.

      Fico feliz que tenha gostado do texto e do espaço.

      Obrigado pelas palavras.

      Abraços!

      Excluir