Voto branco ou nulo é uma boa opção?

Leio e ouço muita gente falar que vai votar em branco ou nulo como uma forma de protesto ou porque não existe um candidato decente para ser votado. Apesar de defender que as pessoas possam votar do jeito que quiserem (em alguém, branco ou nulo) e até não votar se assim escolherem, não concordo com essa tática do voto branco ou nulo, entendo a razão das pessoas quererem protestar, mas não concordo que essa seja a melhor alternativa.

Leia aqui como seria o mundo ideal

E não concordo com a estratégia de votar branco ou nulo por alguns simples motivos. Primeiro porque o voto é secreto e ninguém saberá se alguém votou em algum candidato, em branco ou nulo (a não ser os poucos que a própria pessoa contar), não gerando qualquer efeito na população em geral. Ou seja, como forma de protesto, este voto em branco ou nulo é totalmente inócuo, pois não gera nenhuma consequência ou reação. Além disso, a opção por votar branco ou nulo não é sequer uma abstenção total da eleição, nem conseguir ficar totalmente fora do pleito a pessoa fica com essa opção.

Quando uma pessoa não escolhe algum candidato e anula seu voto (ou deixa em branco), ela pode estar indiretamente votando no candidato que está em primeiro lugar. Uma espécie de voto indireto, já que os votos brancos e nulos não contam para o total de votos válidos e quanto menos votos válidos, menos votos são necessários para um candidato se eleger. Por exemplo, vamos dizer que uma eleição para governador tenha um universo de 99 votantes e alguns candidatos, sendo o candidato X líder do pleito. O candidato X teve 49 votos e se os 99 votantes escolheram algum candidato (100% dos votos são válidos), a eleição irá para segundo turno porque X não teve mais da metade dos votos válidos (que neste caso seriam 50 votos). Por outro lado, se 3 eleitores votaram branco/nulo, restaram somente 96 votos válidos, sendo 49 votos mais que sua metade (neste caso a metade seriam 48 votos) e o candidato X se elege em primeiro turno. Ou seja, no exemplo acima, votar diretamente no candidato X ou votar branco ou nulo dá no mesmo (por isso, em algumas situações, é um voto indireto).

Leia aqui sobre o fim da profissão de político

Em resumo, além de não servir como forma de protesto, pois quase ninguém fica sabendo do seu voto, anular ou deixar em branco pode ajudar a eleger um candidato que você não gosta (normalmente ajuda a manter o status quo, ou seja, aqueles que já estão no poder, tornando a ideia de protesto até um contra-senso). Além disso, ao contrário do que é espalhado nas redes sociais, não é verdade que se maioria dos eleitores votarem nulo, as eleições serão canceladas. As eleições serão válidas mesmo que mais da metade do eleitorado anule seu voto e quanto mais gente vota em branco ou nulo, menos votos os candidatos precisam para se eleger, o que facilita, e muito, a vida dos que já estão no poder e já tem seu eleitorado formado e, consequentemente, dificulta a renovação dos políticos e da política.

O que fazer então? É bem difícil não querer anular seu voto quando você olha para um lado e para outro e não acha um candidato merecedor de sua escolha. Mas, mesmo nestes casos, é importante votar em alguém. Então, estude os candidatos e vote no menos pior de todos para você, no que se ajuste melhor às suas ideias de como deve ser um governante, mesmo que não se ajuste totalmente. Acredito que isso é melhor do que a possibilidade de votar indiretamente em uma pessoa que não se ajusta em nada ao que você imagina como governante. Depois das eleições, reclamar não adianta muita coisa.

Leia também o texto "Como funciona a eleição no Brasil".


Um comentário:

  1. A solução é votar no menos pior já que no melhor tá dificil.

    ResponderExcluir