Ano novo

Fogos. Ano novo
Ano novo

O ano novo começa no dia 1o de janeiro, mas nem sempre foi assim e nem é assim em todos os lugares. Em algumas culturas o ano começa em dias diferentes desta data e mesmo na cultura ocidental, o primeiro dia já foi em datas diferentes, variando conforme lugar e época histórica. 
Em 46 AC, o imperador Julio César decretou que 1º de janeiro seria o primeiro dia do calendário, determinando o dia do réveillon que iria ser seguido pela maioria da população mundial. No entanto, esta medida demorou algum tempo para conquistar o mundo. 

Até a idade média, muitos lugares na Europa, mesmo antigos pedaços do império romano, comemoravam a passagem do ano em dezembro ou março. Somente a partir do século XVIII, é que o dia escolhido por Julio César virou a passagem de ano para a maior parte do mundo.


Continua após publicidade:

Mas, apesar da data oficial ter sido escolhida por decreto no império romano, a sensação de renovação, mudança, de tudo começar de novo, é muito mais antiga e natural. 

Quando os seres humanos viviam da caça e estavam começando a plantar (mais de 10 mil anos atrás), começaram a reparar nos ciclos das colheitas e sua associação com as estrelas e com o sol, notando que os estágios da plantação ocorriam conforme a posição das estrelas no céu e que em cada estação, as estrelas estavam em posição diferente. 


Além disso, repararam também que o ciclo se renovava periodicamente, criando esta sensação de renovação, recomeço, que até hoje, muitas gerações depois, está presente em nossas vidas.

E, provavelmente, em razão deste sentimento de renovação tão grande é que a data é tão festejada. O réveillon é comemorado de diversas maneiras mundo afora, como a bola gigante que desce de um edifício em Nova Iorque ou com projeções em 3D como na China. Mas, o método mais famoso e comum de comemoração do novo ano é a queima de fogos de artifícios que acontece praticamente no mundo todo.


Continua após publicidade:

No Rio de Janeiro, acontece um dos mais famosos shows de fogos durante a passagem do ano, atraindo mais de dois milhões de pessoas à praia de Copacabana e sendo assistido por outras milhões pela TV.


Todavia, mesmo com festas e comemorações magníficas, o que importa de verdade é o sentimento de renovação herdado dos nossos antepassados, que nos faz nascer de novo ano após ano e nos dá outra chance para sermos melhores, para corrermos atrás de nossos objetivos. 

Mesmo que alguém esteja passando um momento difícil, a passagem de ano renova as esperanças de que algo melhor irá acontecer, que o ano que está porvir será melhor. Então, um feliz ano novo para todos e que sejamos melhores e mais felizes.


Compartilhe o texto:


Siga o Pensopinando nas redes sociais:

Facebook. Ano novo.Twitter. Ano novo.

Assuntos que podem te interessar:

Nenhum comentário:

Postar um comentário