Cusco, a capital Inca

Praça das Armas, centro de Cusco, a capital Inca
Praça das Armas - Cusco, a capital Inca

Cusco é uma cidade peruana localizada na região dos Andes, ela fica a 3.800 metros acima do nível do mar (entre 3.400 e 3.800 metros dependendo do ponto da cidade) e foi a capital do Império Inca antes de ser conquistada pelos Espanhóis em 1533. Existem vestígios de ocupação da cidade de mais de 3.000 anos, sendo considerada por muitos como a cidade habitada mais antiga de toda América.

Leia Também: Paris, a cidade luz

Não se sabe ao certo como a cidade de Cusco foi fundada, mas uma lenda Inca conta que os fundadores do império, Manco Capac e Mama Ocllo, teriam partido da Ilha do Sol no Lago Titicaca e peregrinado pelo Vale Sagrado até que o deus sol teria indicado o local de fundação do que seria a futura capital do Império Inca.


Continua após publicidade:


Cusco significa “umbigo do mundo” na língua quíchua, falada pelos Incas, e era a capital do maior império sul-americano na época pré-colombiana. O império se estendia do sul da atual Colômbia até o norte do que é hoje o Chile e noroeste da Argentina, passando por Equador, Peru e Bolívia. Os Incas utilizavam vários métodos para conquistar territórios, desde assimilações pacificas a conquistas militares e dominaram grande parte dos Andes.

Foto das ruas da cidade. Cusco, a capital Inca
Cusco, a capital Inca

A capital do império, Cusco, tinha o formato de um puma, animal sagrado para os Incas, sendo a praça principal o coração do animal e o forte de Sacsayhuaman a cabeça. Outra cidade Inca muito famosa e também em formato de um animal sagrado é a cidade de Machu Picchu, que tinha seu plano em forma de um condor (os três animais sagrados para os Incas eram: condor, guardião do mundo superior; puma, guardião do mundo dos homens; e a serpente, guardiã do mundo inferior).

Leia Também: Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa

Cusco atualmente é uma cidade que recebe turistas do mundo inteiro e é porta de entrada para a visita a Machu Picchu, fazendo parte de todos os roteiros de passeio pela região. Um detalhe bastante interessante é a enorme quantidade de igrejas espalhadas pela cidade, é difícil não visualizar uma ou duas de qualquer ponto em que a pessoa se encontre. Isto acontece porque quando os espanhóis conquistaram a cidade, construíram uma igreja em cima de cada templo e como os Incas não tinham um deus único, existiam muitos templos reverenciando diferentes divindades.


Continua após publicidade:


A cidade de Cusco é muito bonita e cheia de história, seja pré-colombiana ou colonial, sendo o lar, por exemplo, do primeiro escritor da América, Inca Garcilaso de la Vega, que ficou conhecido como o príncipe dos escritores do novo mundo. Ele era filho de uma princesa Inca e de um capitão espanhol e devido a posição dos pais, gozava de prestigio entre incas e espanhóis, estudou na Espanha e escreveu possivelmente o primeiro livro sobre a cultura pré-colombiana.

Leia Também: João Pessoa, a cidade onde o sol nasce primeiro

A antiga capital Inca é um destino obrigatório para quem quer conhecer a América do Sul e sua história e, como dito anteriormente, porta de entrada para Machu Picchu, já que de Cusco sai o trem com destino a Águas Calientes, cidade no pé da montanha onde se localiza a antiga cidade sagrada dos Incas.


Compartilhe o texto:



Assuntos que podem te interessar:

A história de um príncipe brasileiro. Cusco, a capital Inca As leis devem ser cumpridas. Cusco, a capital Inca Paris, a cidade luz. Cusco, a capital Inca Independência financeira. Cusco, a capital Inca

Nenhum comentário:

Postar um comentário