É carnaval!

Carnaval é uma festa cristã, criada durante a idade média para marcar os últimos dias antes da quaresma. Como a quaresma significava um período de jejum e privações, o carnaval era a despedida de alguns prazeres que ficavam proibidos até a páscoa. A origem do nome carnaval é bastante controverso, muitos dizem que viria do latim, do termo “carne levare” (tirar a carne) ou, também do latim, do termo “carne vale” (adeus carne). De um jeito ou de outro, era a despedida momentânea dos prazeres da carne.

Exatamente por isso, o carnaval é uma época de exagero nesses prazeres, pois, originariamente, depois da terça gorda, as pessoas passariam quarenta dias sem poder aproveitar novamente deles. E como a terça gorda era o último dia de fartura e como Paris foi um dos expoentes da festa por muito tempo, o carnaval também é conhecido mundo afora como “mardi gras” (terça gorda em francês).

Festejos parecidos com o carnaval já existiam na Grécia e Roma antigas, onde se comia muito, bebia demais e existia uma incessante busca pelo prazer. E muitos dizem que a Igreja teria transformado estas festas na comemoração anterior a quaresma durante a idade média. Obviamente, a festa religiosa não teria tantos excessos e prazeres, mas a comemoração popular continuou com os exageros, pois as pessoas queriam aproveitar tudo antes de passar pelas privações necessárias durante a quaresma.

Atualmente, algumas cidades têm festas de carnaval conhecidas no mundo inteiro, como Nova Orleans nos Estados Unidos, Veneza na Itália e Rio de Janeiro no Brasil. O carnaval do Rio é considerado pelo “Guinness Book” (livro de recordes) como o maior do mundo, arrastando cerca de 2 milhões de pessoas por dia em seus blocos de rua. Além do carnaval de rua, o Rio de Janeiro é muito famoso pelo desfile das escolas de samba na Avenida Marques de Sapucaí, espetáculo assistido por milhões de pessoas ("in loco" e pela TV) todos os anos.

Um comentário:

  1. Ótimo resumo histórico.
    Eu gosto de Carnaval. Mas como não sou cristão, não tenho restrições durante os 40 dias seguintes, o que é melhor ainda. rs.

    ResponderExcluir