A árvore de dinheiro e renda passiva

Foto de uma árvore. A árvore de dinheiro e renda passiva
Dá para plantar uma árvore de dinheiro?

Como é popularmente dito que dinheiro não nasce em árvore, gosto muito da analogia entre o plantio de uma e a construção de um patrimônio que gere renda passiva, justamente porque dinheiro pode dar em árvore sim, pelo menos metaforicamente. O patrimônio, assim como a árvore, precisa ser plantado, regado e esperado por muito tempo para que dê seus frutos, renda passiva, e possa sustentar quem os possui.


Continua após publicidade:


No inicio, você tem que plantar a árvore em um solo fértil e acompanhar seu crescimento, regando todos os dias e esperando. O problema é que a árvore cresce devagar e não dá frutos, nem sombra, enquanto pequena, somente o trabalho de acompanhar e regar todos os dias. Com o patrimônio se dá o mesmo, primeiro deve-se escolher um bom investimento (solo fértil) e alocar lá seu dinheiro (plantar). A partir deste momento, é necessário acompanhar este investimento para saber se ele continua bom e investir todo mês mais algum valor para que ele possa crescer (acompanhar e regar). Mas, como no caso da árvore, o patrimônio não gerará frutos suficientes enquanto pequeno, apenas trabalho.

Depois de muitos anos acompanhando e regando, a árvore crescerá, propiciando frutos e sombra para você se utilizar pelo resto da vida. Aliás, mais que isso, já que a árvore lá permanece e continua a gerar sombra e frutos para seus filhos, netos, etc. Com o patrimônio acontece o mesmo, depois de muitos anos de trabalho e disciplina, ele te propiciará renda passiva (frutos) pelo resto da sua vida e, da mesma maneira que a árvore, ele pode continuar gerando renda passiva para seus filhos, netos, etc.


Continua após publicidade:

No entanto, plantar uma árvore de dinheiro não é uma das tarefas mais fáceis de se fazer, você precisa achar o solo fértil (um bom investimento), plantar (alocar o dinheiro) e regar (investir todo mês), que são coisas bem difíceis de se fazer e exigem alguns sacrifícios e disciplina. Mas, o mais complicado é ter paciência para ver a árvore crescer, o ser humano é muito imediatista e esperar anos e anos para ter alguma contrapartida é algo quase impossível para alguns.


Compartilhe o texto:



Assuntos que podem te interessar:

A história de um príncipe brasileiro. A árvore de dinheiro e renda passiva As leis devem ser cumpridas. A árvore de dinheiro e renda passiva Paris, a cidade luz. A árvore de dinheiro e renda passiva Independência financeira. A árvore de dinheiro e renda passiva

Um comentário:

  1. Olá,

    Se post me lembrou um livro que acabo de ler: O Paradoxo do Tempo.

    Basicamente fala sobre como as pessoas vivenciam o tempo (passado negativo, presente hedonista, futuro imaginado, etc) e como isso afeta suas realidades.

    As pessoas imediatistas que vivem num presente hedonista tem grande dificuldades em planejar o futuro, e sofrem a vida inteira por isso. O ideal é manter um equilíbrio: nem deixar de aproveitar a vida no presente, guardando tudo para um futuro imprevisível que pode nem chegar (imprevistos acontecem na vida) e nem aproveitar tudo hoje e viver dificuldades lá na frente.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir