Não existe almoço de graça (parte 2)

No texto “não existe almoço de graça” foi dito o que pouquíssima gente parece saber: O Estado não tem dinheiro algum, todo o dinheiro que ele usa é do povo, transferido ao seu poder através de impostos. Se este Estado quiser gastar mais dinheiro do que ganha, tem que aumentar impostos. O aumento de impostos de maneira exagerada significa, em grosso modo, menor gasto da população em geral com produtos e serviços, menor lucro ou prejuízo de empresas, mais demissões, aumento da pobreza, etc.
Margaret Thatcher, que exerceu o cargo de primeiro ministro do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) entre 1979 e 1990, definiu bem o que era o dinheiro público no vídeo abaixo: “Não existe essa coisa de dinheiro público, existe somente o dinheiro dos pagadores de impostos”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário