Cidade do México, a capital asteca e mexicana

Foto da Catedral. História da Cidade do México, a capital Asteca e mexicana
Catedral na Praça da Constituição (Zócalo), Cidade do México

A Cidade do México é uma metrópole cosmopolita com muita história. A cidade foi fundada em uma ilha no lago Texcoco no período pré-colombiano, mais precisamente no ano de 1325, com o nome de Tenochtitlán. Conta a lenda que o povo Asteca vagou por muito tempo pela América do Norte até encontrar um sinal prometido por um de seus deuses para construir sua capital: uma águia em um cacto com uma serpente no bico.
Avistada a águia com a serpente, símbolo que faz parte da atual bandeira mexicana, os Astecas construíram sua capital e depois conquistaram quase toda a região da Mesoamérica. Tenochtitlán, atual Cidade do México, cresceu bastante durante esse período da história chegando a ter aproximadamente 300 mil habitantes antes de ser conquistada pelos espanhóis. A capital Asteca possuía estradas ligando a cidade a outras regiões, inúmeros canais, palácios e templos.


Continua após publicidade:


Em 1519, os espanhóis, liderados por Hernán Cortes, chegaram a Tenochtitlán. Após várias batalhas e longo cerco à cidade, os europeus a conquistaram em 1521. Nesse ponto da história, a Cidade do México deixou de ser capital do império Asteca para ser a capital da colônia Nova Espanha. O vice-rei da Nova Espanha vivia em um palácio na Praça da Constituição (também conhecida como Zócalo) e a Catedral (foto acima) foi construída onde era o Templo Mayor Asteca, na mesma praça. O Zócalo era o local de comércio, celebrações e execuções na capital da colônia.

Foto do Castelo Chapultepec, história da Cidade do México, a capital asteca e mexicana
Castelo Chapultepec, Cidade do México

Em 1821, com a independência da antiga metrópole, a Cidade do México passou a ser capital do Primeiro Império Mexicano e, em 1823, com criação dos Estados Unidos do México (nome oficial do país até hoje), a cidade se tornou a capital dessa república. Em 1847, a cidade foi invadida por tropas americanas durante a guerra mexicano-americana que acabou no ano seguinte. Em 1862, reagindo à suspensão do pagamento de dívidas por parte do governo mexicano,  tropas francesas, apoiadas por espanhóis e ingleses, invadiram a Cidade do México. Dessa invasão resultou a criação do Segundo Império Mexicano que durou entre 1863 e 1867. Com o fim da monarquia, a cidade voltou a ser capital da república.


Continua após publicidade:


Atualmente, a Cidade do México, além da rica história, é um grande centro econômico e político de seu país e uma das maiores cidades da América do Norte em termos de população.  A região metropolitana da capital mexicana, que conta com inúmeros municípios, é uma das maiores aglomerações urbanas do mundo.


Compartilhe o texto:



Assuntos que podem te interessar:

Óbidos. Cidade do México, a capital asteca e mexicana As leis devem ser cumpridas. Cidade do México, a capital asteca e mexicana Conhecendo Colônia. Cidade do México, a capital asteca e mexicana A árvore de dinheiro. Cidade do México, a capital asteca e mexicana

2 comentários:

  1. Muito interessante. Uma história muito rica que não conhecia.

    ResponderExcluir
  2. Gostei! Agora quero ir ao Zólaco (adorei essa palavra!)

    ResponderExcluir