Investimento em fundos imobiliários

Foto de edifício. Investimento em fundos imobiliários
Foto de edifício. Investimento em fundos imobiliários

O que é o investimento em fundos imobiliários? De maneira bem curta é aplicar seu dinheiro indiretamente em imóveis. O fundo é proprietário de um ou mais imóveis e a pessoa que investe dona do fundo imobiliário, um de muitos donos. Esse tipo de investimento costuma a ter milhares de cotistas. 

Leia aqui sobre independência financeira

De maneira superficial, é como se quatro amigos tivessem R$ 25 mil cada um e quisessem comprar um imóvel de R$ 100 mil para alugar a um terceiro por R$ 1 mil ao mês. Os amigos se juntam compram o imóvel e dividem o valor do aluguel entre eles, R$ 250,00 para cada um por mês. No fundo imobiliário acontece mais ou menos isso, só que de uma forma muito maior e mais complexa, pois tem milhares de cotistas e investe milhões de reais em imóveis.


Continua após publicidade:


Apesar de um pouco mais complicado e com outras variáveis envolvidas, o fundo imobiliário, muitas vezes, trabalha dessa maneira, comprando um imóvel, alugando a um terceiro e dividindo o valor do aluguel entre seus donos, os cotistas. Esse valor, normalmente mensal, distribuído pelos fundos imobiliários se chama rendimento e é, em regra e como dito anteriormente, o aluguel pago pelo locatário de seus imóveis distribuído para os seus cotistas.

Leia sobre as cigarras e formigas brasileiras

Existem fundos imobiliários dos mais diversos tipos como edifícios comerciais (escritórios), galpões de logística, shoppings, hotéis, agências bancárias, etc. Cada fundo reúne dinheiro de seus investidores, cotistas, e compra um ou mais imóveis na área que vai atuar. Um fundo imobiliário X pode ter um prédio comercial no centro de São Paulo, outro Y pode ter dez edifícios espalhados pelo Brasil. Um fundo pode ter um shopping em Recife, outro cinco galpões de logística no sul do país. Ou seja, cada fundo imobiliário tem suas particularidades no que diz respeito ao número e ao tipo das suas propriedades. Mas, em regra, esses imóveis são alugados e sua renda repassada aos cotistas, salvo gastos do fundo.

Foto Av. Paulista. Investimento em fundos imobiliários
Edifícios. Investimento em fundos imobiliários

Os fundos imobiliários podem ser comprados como se fossem uma ação de empresa através de uma corretora que atue na bolsa de valores e são negociados por unidade. O valor de cada unidade varia de acordo com o fundo e é normalmente relacionado ao valor do rendimento (aluguel) dividido entre os cotistas. Geralmente, quanto maior o rendimento por cota, maior o valor dessa cota.


Continua após publicidade:


O investimento em fundos imobiliários é uma maneira mais simples e mais barata de participar do mercado de imóveis do que a compra direta de uma casa, apartamento ou sala comercial. Comprando uma cota de um fundo imobiliário o investidor pode ter uma participação em um edifício comercial ou shopping, por exemplo, e auferir o rendimento da cota referente ao aluguel pago pelos locatários desse empreendimento, com muito menos burocracia e por um valor extremamente mais baixo do que o investimento direto em um imóvel desse porte.

Leia também descomplicando fundos imobiliários


Compartilhe o texto:


Siga o Pensopinando nas redes sociais:

Facebook. Investimento em fundos imobiliários.Twitter. Investimento em fundos imobiliários.

Assuntos que podem te interessar:

2 comentários:

  1. Gosto bastante dos fundos imobiliários. Acho um ótimo investimento.

    ResponderExcluir
  2. Gostei desse fundo, vou procurar aprender sobre ele.

    ResponderExcluir