A história do Monte Saint-Michel

A história do Monte Saint-Michel
A história do Monte Saint-Michel

O Monte Saint-Michel é uma ilha na foz do Rio Couesnon no norte da França, perto da fronteira dos antigos Ducados da Bretanha e da Normandia.

A história do Museu do Louvre

A história de ocupação da ilha começa no século VIII, quando um bispo francês mandou construir um santuário em honra de São Miguel (Saint-Michel) no Monte.

Após o século X, monges beneditinos instalaram-se no Monte Saint-Michel em uma abadia e, com isso, uma pequena vila foi crescendo ao seu redor.

A compra do Alasca

Com o tempo o Monte Saint-Michel se tornou uma fortaleza e uma das primeiras linhas de defesa da França ao norte do país, especialmente contra os britânicos.


Continua após publicidade:

Durante muitos séculos e muitas guerras foi uma fortaleza que nenhum inimigo conseguiu invadir, se tornando um símbolo de resistência e identidade francesa.

A história de um barão negro

Após o fim das ordens religiosas como consequência da Revolução Francesa, o Monte Saint-Michel foi utilizado como prisão nos séculos XVIII e XIX.

Um fato curioso é que o Monte Saint-Michel é ligado por terra ao continente durante a maré baixa e se torna uma ilha na maré alta, ou seja, a maré altera sua paisagem e seus arredores de maneira bastante significativa.

A história dos escravos japoneses

Atualmente o Monte Saint-Michel é um dos mais importantes pontos turísticos da França com mais de 3 milhões de visitantes ao ano e Patrimônio Mundial da UNESCO.


Compartilhe o texto:


Siga o Pensopinando nas redes sociais:

Facebook. A história do Monte Saint-Michel.Twitter. A história do Monte Saint-Michel.

Assuntos que podem te interessar:

Nenhum comentário:

Postar um comentário